sábado, 1 de novembro de 2008

Constatação





CONSTATAÇÃO


Os mortos estão mortos
e os vivos estão para morrer

A vida corre pelos corredores
e todos vãos abertos estão
para a veia e a cova
somos tudo nada
somos nada tudo
em vão
sim e não
absolutamente
grão
fome e pão
somos não
Infinitamente
chão

Um comentário:

Coluna do Domingos disse...

A Problematização filosófica e poética presente em constação é a certeza de que o poeta morre, porém o legado do poeta jamais.

Luiz Domingos de Luna, procurar na web